Our Great britain essay creating expert services is the most effective model among the tens of thousands of others you became aquainted with on your way. You can easily provide you with a stuffed selection of essay article writing products and services you need master paper

minergateA Revista Marias nasceu de um projeto de 4 estudantes de Jornalismo dentro da Faculdade Cásper Líbero. A ideia inicial era fazer uma revista impressa que falasse  sobre mulheres que transformaram suas próprias vidas e o mundo ao seu redor – algumas das matérias,estão no site. Nosso objetivo, desde o início, era trazer um olhar inspirador sobre a vida de outras mulheres.O projeto cresceu e resolvemos criar um site para que mais pessoas pudessem ter acesso a esse conteúdo e conhecer historias incríveis. O tema, que na revista impressa era mais restrito, se ampliou para “atos políticos”. Mas, as matérias não se restringem a política tradicional: o recorte temático do site abrange uma multiplicidade de visões sobre diversos fatores da vida. Com pautas mais humanizadas, nossa intenção é mostrar que toda transformação que buscamos fazer no mundo é um ato político porque nos empodera.

Conheça mais sobre cada uma de nós:

 

Bruna Miato

Sou a Bruna, a mais nova da turma, e fascinada pela comunicação humana.

Escolhi o jornalismo pela possibilidade de conhecer e contar histórias incríveis, com uma linguagem simples e capaz de informar e inspirar o maior número de pessoas possível. Vocês me verão falando de tudo um pouco aqui porque sou apaixonada pelos mais diversos temas, mas o que realmente me faz brilhar os olhos é a moda e mostrar que essa é uma arma muito forte para a autoestima e o empoderamento.

O que espero ao fazer o projeto Marias com minhas colegas é, com nossas matérias, mostrar que mesmo com frustrações e dificuldades, todos somos extremamente fortes e capazes de transformar pelo menos um pedacinho do mundo para melhor.

 

Beatriz Mammana

Sou uma futura jornalista que ama a faculdade onde estuda. Escolhi a profissão por ser apaixonada pelas questões sociais e políticas, vejo que o jornalismo é a forma mais democrática e poética de conhecer a alteridade.

Por mais que faça de uma maioria, branca, classe média e hétero, não posso de me reconhecer em um grupo minoritário. Sou umbandista, filha do mar e da palha. E nessa causa sou militante, gosto de falar e ouvir, para poder entender o que está por trás de cada comentário. 

Ainda que esses temas me interessem, vejo que o mundo pop, o das séries, sagas e reality shows são um reflexo da sociedade, por isso amo e sou addicted.  

 

Isabela Frasinelli

Com o Jornalismo pude ouvir histórias e conhecer realidades que nunca imaginei que conheceria. Pude viver experiências e fazer da palavra minha ferramenta de descoberta desse mundo complexo em que vivemos. E, sendo apaixonada por esse universo, pretendo continuar contando e explorando novas perspectivas como jornalista.

Vejo na leitura uma manifestação de quem somos. A possibilidade de se identificar ou até repudiar aquilo que passa pelos nossos olhos. Mas sempre, um novo aprendizado. Por isso, desejo que vocês também se descubram ao longo dos nossos posts, feitos com muito carinho.

 

Raphaella Salomão

Jornalista, feminista e bissexual. Apaixonada por política e movimentos sociais.

Escolhi cursar Jornalismo pela possibilidade de estar sempre em contato com temas sociais e políticos. Ainda tenho vontade de cursar História ou Ciências Sociais. Vejo que a profissão me aproxima de novas histórias e me faz observar questões através de variados pontos de vista, aos quais eu não teria acesso antes. Na prática, posso sair da minha zona de conforto e da minha bolha social para viver experiências novas e proporcionar mudanças no mundo, mesmo que ainda pequenas e localizadas. Entendo que o dia a dia de um jornalista, seja no mercado de trabalho ou na área acadêmica, é de constante desafio e crescimento.